Eu não roubo carros, mas baixo filmes

É impressionante como campanhas publicitárias são empregadas para espalhar inverdades e confundir a grande massa.

Há algum tempo uma campanha da MPAA – a associação das produtoras de filme americanas – vem sendo anexada nos Dvds das grandes empresas. O vídeo é ridículo, comparando alguém que a compra de filmes não licenciados à roubo de carros entre outras sandices.

Estamos vendo a coisa se repetir mais uma vez: a mesma associação que queria a todo custo impedir a proliferação de video cassete. Em um processo contra a Sony, um dos representantes da MPAA disse: I say to you that the VCR is to the American film producer and the American public as the Boston strangler is to the woman home alone.”

Como o próprio texto do Serginho fala, 10 anos depois a indústria cinematográfica vendia mais filmes para VCR do que para cinemas.

CDsAtualmente com o DVD e computadores baratos ficou ainda mais fácil realizar cópias de filmes. Além disso, na internet muitas vezes encontramos filmes que nem saíram no cinema ainda. Mas até onde o direito do autor e seu lucro estão sendo prejudicados por quem vê filmes baixados na internet?

paralelo: o filme mais copiado da história do Brasil, Tropa de Elite, foi também o filme com a maior bilheteria do cinema brasileiro de todos os tempos.

Não estou querendo justificar a venda ilegal de filmes (evitem usar o termo pirataria, pois é ridículo ninguém está invadindo os estúdios, tomando os produtos e incendiando o local) mas a maneira como o assunto vem sendo tratado é no mínimo irresponsável.

Tão absurda que em alguns países copiar um filme via p2p é mais grave que roubar a própria mídia em uma loja de DVDs!

Tenho várias boxes originais das minhas séries prediletas, e quando algum amigo pede emprestado, faço uma cópia dos cds e empresto. Isso me faz igual ao Jack estripador? Minha consciência diz que não. :)

Tal compartilhamento é justo. E se as leis atuais me obrigam ao contrário, concordo com Thoreau sobre como agir.

Não deixemos as mentiras da grande mídia nos afetar. Abaixo um vídeo de uma anti-campanha.

Leave a Reply